tambores del sur

o destino escolhido foi o Uruguai. por ser perto, pelo Mujica, pela história, pelos uruguaios.

para comemorar a chegada do João aos 40.

o que a gente encontrou foi um país cordial, tranquilo.

e com gente na rua. sem choque, sem tropa.

gente ocupando a rua.

gente batucando e dançando na rua.

não entendi o que era.

de volta a casa, pesquisei. tola, eu. tem mais de 200 anos, chama-se candombe e é um ritmo herdado dos escravos africanos.

é uma expressão artística e cultural tão definidora da identidade nacional uruguaia que foi declarado pela unesco patrimônio cultural imaterial da humanidade.

é contagiante, é lindo. uma ode às raízes africanas nesta américa que bate ao sul do meu coração.

 

imagem_Eduardo Mayans

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *