arte é cosa mentale

… Athos Bulcão cita Leonardo da Vinci para dizer que não acredita em inspiração, mas em talento e trabalho.

o artista que foi assistente de Portinari, amigo de Vinicius e colaborador de Niemeyer brincava com padrões como poucos.

morreu aos 90. produziu um sem fim de obras.

vamos amanhã para Brasilia mergulhar em suas cores?

mostra, metal e miró

Tem o trânsito. Tem o frio, tem as filas.
Tem também uma quantidade enorme de histórias e experiências.
Tem o momento único que é conhecer uma imagem ou som novo, sentir algo que não tem descrição, não tem raciocínio envolvido – só sensação.
Faça isso por você: conheça formas de expressão que te provoquem e que te façam viajar.
Droga boa e barata, vai por mim.
Aqui vão programas que selecionei para este Junho, em São Paulo, para a macacada se divertir:

Mostra SP de Fotografia – de 11/6 a 11/7
O maior evento de fotografia de São Paulo chega a sua 6ª edição e novamente domina as ruas da Vila Madalena, Zona Oeste da capital paulista.
Neste ano, o evento organizado pelos queridos amigos da DOC Galeria traz uma grande novidade: enquanto antes voltava-se exclusivamente à exibição de fotografias paulistanas, agora a mostra será um espaço de pesquisa e celebração voltado à fotografia brasileira.
Serão 34 pontos expositivos, entre bares, lojas, cafés e restaurantes e 80 autores, em 10 ruas do bairro. Para completar a programação, outras atividades como conversas, passeios, projeções e ações especiais vão acontecer no período.
Apreciar Mauricio Lima, Autumn Sonnichsen, Bob Wolfenson, Carlos Dadoorian, João Wainer, Claudia Jaguaribe, Drago, Carol Quintanilha e tantos outros artistas visuais em uma tacada só… isso sim é celebrar a fotografia. Um salve, um viva para essa iniciativa. Vida longa!
Siga a programação na página da Mostra no facebook ou no docfoto.com.br

Sepultura – 20 e 21/6
Nascido em 1984, em Belo Horizonte, o Sepultura comemora seus 30 anos de estrada com 2 apresentações na cidade de São Paulo.
A banda de metal criada pelos irmãos Max e Igor Cavalera – que já vendeu aproximadamente 20 milhões de discos – é considerada a banda brasileira de maior repercussão no mundo.
Eles foram e ainda são considerados vanguarda na música pesada mundial: thrash metal, death metal, black metal, groove metal, nu metal, hardcore e metalcore – a lista de influências é enorme. Primeiro conquistaram o mundo para depois serem admirados em seu próprio país.
Headbangers, não percam a chance de festejar o metal.
Ingressos entre R$ 50 e R$ 250
No Audio Club – Avenida Francisco Matarazzo, 694.

Joan Miró – A força da matéria – até 16/8
Depois de encher suas salas com obras da artista japonesa Yayoi Kusama e Salvador Dalí, o Instituto Tomie Ohtake traz mais uma exposição de outro artista catalão famoso, Joan Miró.
São apresentados desde desenhos e pinturas da época da Guerra Civil Espanhola e da Segunda Guerra Mundial até esculturas, gravuras e obras em suportes inusitados, como chapas de madeira e lixas. No total, mais de 100 obras compõem a mostra.
Seus famosos personagens – o pássaro, a mulher e o homem podem ser vistos e apreciados, nesta bela oportunidade de conhecer melhor a história deste influente artista do século XX.
As peças são parte do acervo da Fundação Joan Miró (Barcelona) e de colecionadores particulares.
Aproveite para se perder e se achar nas cores e formas do espanhol.
O Instituto Tomie Ohtake fica na Rua dos Coropés, 88. Ingressos R$10.

Ideias? Sugestões? Fala alguma coisa, poxa! Manda aqui: padocacult@gmail.com

 

imagem_ Leo Cap [DOC FOTO]

jb lazzarini

Joao Batista é um artista daqueles.
bem brasileiro, bem colorido. uma mistura de geometria com formas orgânicas.
pra mim ele representa família, Minas, amor.
tenho peças dele na parede, no banheiro, dentro de livros. na memória.
no coração.

passeie pelo portfólio dele e depois me conta.