fotolivro

pensamentos e palavras são como ímãs?

ontem estava conversando com uma amiga sobre seu projeto para um livro de fotografias.

hoje, sem querer, conheço um fotolivro que, em 2014, foi escolhido pela revista Time com um dos melhores do ano.

chama-se Centro e foi fotografado, editado e produzido pelo fotógrafo paulista Felipe Russo.

muito interessante a entrevista em que ele conta sobre a etapa que acha mais importante, “a escolha e o sequenciamento das imagens”. era sobre exatamente isso que conversávamos. e sobre o título que ela vai escolher.

espero, em breve, mostrar o livro dela aqui.

e viva os ímãs.

 

walken wild

quando penso em Christopher Walken penso em A lenda do cavaleiro sem cabeça.
e de sua passagem surreal em Pulp Fiction (ele guarda o relógio no c* por 2 anos).
mas também me lembro dele como contador de histórias.

aqui você ouve o maluco lendo o livro Onde vivem os monstros (Where the wild things are, de Maurice Sendak, escritor e ilustrador americano).
por sua vez, este livro virou um filme lindo, do Spike Jonze… mas isso é uma outra história.

 

imagem_ bro council