comida e colagem artesanal

a Socialista Morena quer informar aos seus leitores e quase meio milhão de seguidores que, além de exercer seu bravo jornalismo anticapitalista, vai complementar a renda como cozinheira e padeira artesanal.

ela me convida para ilustrar esse anúncio.

eu faço a colagem acima.

como diz ela, “operários da palavra têm que buscar outras fontes de sustento para sobreviver”. eu, também uma trabalhadora da classe, busco nas colagens mais que sustento. busco também um outro tipo de alimento.

leia aqui o comunicado da morena na íntegra.

 

mais poesia, por favor

 

nova parceria com a Socialista Morena – que agora cresceu, está de cara nova e cool e linda, mais morena que nunca!

desta vez ilustrei um poema do Airton Bovo:

Matemática
A escritura do terreno,
a mensalidade da escola das crianças,
o cheque que não foi,
o telefonema para falar do advogado e do contador.
No lugar da emoção, uma conversa tática.
Do nosso amor o que restou é matemática.

este e outros poemas estão sendo lançados em Portugal em livro do mesmo nome.
leia-os aqui.

é forró, é nu, é bahia

aquela velha história de cuidar com aquilo que deseja.

ilustrar o texto de alguém era um desejo.
ter como matéria um super divertido forró numa praia naturista na bahia foi um capricho.
ser convidada pela Socialista Morena, olha, vou dizer, foi a cereja do meu bolinho.

mais nua que junina, acima a colagem que fiz para um blog que adoro.
leia o texto na íntegra aqui.