comida e colagem artesanal

a Socialista Morena quer informar aos seus leitores e quase meio milhão de seguidores que, além de exercer seu bravo jornalismo anticapitalista, vai complementar a renda como cozinheira e padeira artesanal.

ela me convida para ilustrar esse anúncio.

eu faço a colagem acima.

como diz ela, “operários da palavra têm que buscar outras fontes de sustento para sobreviver”. eu, também uma trabalhadora da classe, busco nas colagens mais que sustento. busco também um outro tipo de alimento.

leia aqui o comunicado da morena na íntegra.

 

gilete na alma

e dessa vez a oficina de lambe aconteceu no Centro de Formação Cultural Cidade Tiradentes, com participantes do programa Jovens Urbanos. além de falar de expressão, arte de rua e identidade, cada jovem criou um lambe-lambe para divulgar seu projeto final – o dessa turma intitulado gilete na alma.

vou lá para ensinar mas quem aprende sou eu – e isso, definitivamente, não é um clichê.

expressão, cidade e identidade

esta semana estive no Jardim Lapenna, em São Miguel Paulista, para uma oficina de colagem e arte de rua com os educadores do programa Jovens Urbanos. este é um programa que propõe trabalhar processos de formação ampliada com a juventude e já foi reconhecido pelo MEC como exemplo de inovação e criatividade em tecnologia educacional.
até o fim do ano vão rolar outras oficinas, desta vez com os próprios jovens. e assim seguimos fortes e lutando com as armas  que nos cabem: imaginação, cultura e diálogo.

por uma cidade que tenha a nossa cara, avante.