oficinas

cola subversiva

a 8 dias da eleição mais importante da minha vida,  fui na Choque Cultural e realizei o terceiro encontro do club cola. pensei em desistir, adiar, usar meu tempo para ir até o masp e estar ao lado de outros que resistem e lutam. mas fui lá para conversar sobre arte, delicadeza e comprometimento. fui lá reforçar meu papel, dizer que não desisto, que não irei deixar de estar ao lado da palavra, da poesia, do sentir e do fazer poético. até o fim dos tempos eu direi: democracia sim, ditadura não. a luta continua.