na abertura da vulva

dezembro chega que chega abalando, sempre foi assim. para uma sagitariana, então… olha. nem falo nada.
dia 2 teve a inauguração do espaço vulva e lá fomos nós, minhas colagens e eu, prestigiar sua abertura. amigos aparecem, novos amigos acenam, abrem-se mais lugares de beleza nos olhos, gatos seduzem e nos guardam daquele jeito que os felinos fazem e eu não sei explicar.

outras exposições estão a caminho, assim como um outro ano, que já perfuma o ambiente. 2018 tem cheiro de ventos do norte. para você ele exala o que? já começou a sentir?

gilete na alma

e dessa vez a oficina de lambe aconteceu no Centro de Formação Cultural Cidade Tiradentes, com participantes do programa Jovens Urbanos. além de falar de expressão, arte de rua e identidade, cada jovem criou um lambe-lambe para divulgar seu projeto final – o dessa turma intitulado gilete na alma.

vou lá para ensinar mas quem aprende sou eu – e isso, definitivamente, não é um clichê.

expressão, cidade e identidade

esta semana estive no Jardim Lapenna, em São Miguel Paulista, para uma oficina de colagem e arte de rua com os educadores do programa Jovens Urbanos. este é um programa que propõe trabalhar processos de formação ampliada com a juventude e já foi reconhecido pelo MEC como exemplo de inovação e criatividade em tecnologia educacional.
até o fim do ano vão rolar outras oficinas, desta vez com os próprios jovens. e assim seguimos fortes e lutando com as armas  que nos cabem: imaginação, cultura e diálogo.

por uma cidade que tenha a nossa cara, avante.