escritos

agora e depois

aquele alinhamento de pensamentos-astros
aquele punhado de ideias, o líquido,
a temperatura muda.
um corpo com cabeça de bicho
– poderia ser uma metáfora –
a fala do maestro
os ofícios
um poeta do norte
outro daqui, outros.
ilustrações em construção
o itinerário
os espantos, os espasmos
as escolas
a esquizofrenia.
uma trama
atrás do espelho
posso vê-la.
me pergunto:
haverá inutilidade que baste?